Premiação: Pele de Tilápia para Tratar Queimaduras – Inovação em Tratamento.

1

1

A Pesquisa do Prof. Odorico de Moraes e sua Equipe recebe Premiação

Geralmente, nos Centros de Atendimento especializados em queimaduras, o tratamento convencional de queimaduras na pele, baseia-se em banhos anestésicos, enxertos de pele, curativos sintéticos e uso de pomadas, cujos tratamentos além de onerosos, podem causar dores aos pacientes. Anualmente, no Brasil, pelo menos um milhão de pessoas sofre com queimaduras na pele, resultantes de acidentes de trabalho ou atividades domésticas.

A pesquisa desenvolvida pela equipe liderada pelo Prof. Odorico de Moraes, Membro da Academia Cearense de Ciências, demonstrou que o uso da pele da Tilápia constitui uma técnica genuinamente brasileira, simples e barata. O tratamento, que se encontra em fase de avaliação para ser integrado ao Sistema único de Saúde – SUS foi resultado de pesquisa liderada pelo Prof. Odorico de Moraes, com a participação de efetiva de Dr. Edmar Maciel Lima Junior e da Dra. Maria Elisabete Amaral de Moraes.